terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Água Micelar Pure Active da Garnier

Já há imenso tempo que uso a água micelar da Garnier e tem-se mantido sempre como uma das minhas favoritas. No entanto sempre usei aquela cor de rosa, para todo o tipo de peles e tendo em conta que a minha pele é mista, com tendência a oleosa em certos pontos, achei que estava na hora de experimentar algo mais específico. E lá veio a da gama Pure Active.


Esta água micelar destina-se a pele mista a oleosa e sensível e identifica-se como um Tudo em 1, prometendo que desmaquilha, limpa e matifica rosto, lábios e olhos. As micelas funcionam como íman para atrair impurezas, maquilhagem e excesso de sebo da pele ao passar suavemente com um algodão, não sendo necessário passar por água. A fórmula purificante torna-a adequada a pele sensível. Sem perfume nem parabenos.

Ora, estando eu habituada à água micelar da marca, que já dizia ser indicada para todo o tipo de peles (e sempre funcionou bem na minha), estava curiosa para experimentar uma que atuasse também sobre a oleosidade. Enquanto que a de todo o tipo de peles tonifica, esta matifica e de facto cumpre muito bem essa função e naqueles dias de mais oleosidade, noto que a pele perde o brilho típico.

Já a função desmaquilhante, raramente a uso como tal porque gosto de usar o desmaquilhante antes de a aplicar, principalmente nos olhos e com maquilhagem à prova de água, mas noto que remove bem os restos e deixa a pele limpa.

Posto isto, tenho mesmo de mencionar o lado negativo desta Pure Active. É que no fundo, resulta bem demais. Ou seja, se a usar por vários dias seguidos verifico que me seca demasiado a pele. Principalmente agora nesta época de frio, em que a pele tem sempre tendência a piorar e tornar-se mais seca, sinto a as maçãs do rosto a repuxar e as dobras do nariz a escamar. Sendo também indicada a pele mista, acho que falta aqui o meio termo, deveria regular a oleosidade, sem deixar que desidrate tanto.

O que acabo por fazer é usá-la de forma pontual, apenas quando a pele anda pior a nível de oleosidade. Ou passo o disco só na zona T, que é a mais problemática e evito o resto do rosto, onde passo a outra, sem nunca ter tido este problema. 


De uma forma geral, a água micelar Pure Active cumpre bem o que promete e em dias em que funciona bem demais, claro que é preciso contrabalançar com um creme mais hidratante, mas no meu caso é uma boa escolha e acredito que de verão será excelente já que não há frio a ressecar tanto a pele.

Infelizmente, é vendida apenas em formato de 400ml, ao contrário da outra para todos os tipos de pele, que tem o frasco de 100ml e neste caso seria o ideal, já que de Inverno não a uso sempre e a validade depois de aberta é de apenas 6 meses. Encontra-se facilmente em todos os supermercados e hipermercados e o preço ronda os 7€ embora se encontre várias vezes com promoções até 50% de desconto e é possível encontrar ainda mais barata em lojas online. 

Já experimentaram?
Qual é a vossa água micelar favorita?

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Saga do Instagram... Parte Final

Olá pessoal


Pois pensava eu que iria começar uma nova conta no Instagram e que tudo voltaria à normalidade. Qual que!?! É claro que nada é assim tão simples!
Não estava muito feliz com a ideia de recomeçar tudo do zero, mas estava disposta a fazê-lo.  Coloquei a primeira foto nessa nova conta na 5ª Feira e até correu tudo bem. No dia seguinte coloco nova foto e... nada! Apareceu apenas aos meus (ainda poucos) seguidores e em nenhuma das tags usadas. A foto seguinte igual! E a de hoje foi pelo mesmo caminho.
Desculpem lá, mas não tenho paciência para isto e muito menos motivação para trabalho que não chega a ninguém. Por isso termina aqui a minha aventura no Instagram. Talvez daqui por um tempo tente novamente. Até lá... fico-me pelo facebook (toca a seguir aqui) para ir colocando algumas fotos e como sempre, principal conteúdo continua aqui no blog.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Instagram



Depois de imensas chatices com o instagram nas últimas semanas acabei por ponderar bastante se valia a pena continuar por lá ou não.
Confesso que é uma rede social que apesar de ter um conceito interessante, tem vindo a desiludir cada vez mais com politicas recentes. 
Estava tão cansada de ter posts a desaparecer sem motivo ou que nunca chegavam sequer a aparecer nas tags (Isto para não falar da autêntica dança das cadeiras que se faz com a treta follow/unfollow), que tive mesmo de parar e pensar se era justificável ou não continuar. 
Sempre disse que sou blogger, não instagrammer. O meu principal conteúdo e interação é aqui, as outras redes sociais associadas são apenas um acessório e para mim, uma forma de divulgação do trabalho do blog. Nunca o meu principal foco.

Claro que no mundo do imediato, tenho noção que qualquer blogger que decida não ter/apagar o instagram é quase como cometer um suicídio social e sendo este um espaço ainda em início de crescimento, essa é uma ferramenta imprescindível.
Posto isto, colocava-se a questão do que fazer em relação à minha conta. Os meus posts há semanas que não chegavam a quase nenhuma tag e por muito que colocasse novo conteúdo não chegava a novos seguidores. Contactar alguém é uma tarefa quase impossível por ali e só depois de muito procurar consegui fazê-lo, apenas para ser ignorada até ao momento em que estou a escrever este post.

Ora tinha então três soluções. Ou apagava a conta e deixava de vez o instagram, ou mantinha a que tinha e continuava sem qualquer tipo de visibilidade ou criava uma nova e esperava que coisa não repetisse. Qual era a vontade? Apagar e nunca mais pensar sequer em tal rede social.
Infelizmente, sei que o blog iria sofrer e não teria o crescimento que lhe gostaria de dar, como tal decidi perder os seguidores que já tinha e criar uma nova conta. Considero isto como a minha segunda chance ao Instagram. Esperemos que corra melhor que a anterior!


terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Sugestões de vestidos da PromShopau

Olá pessoal!

Já repararam que estamos a menos de dois meses da abertura oficial da época de Bailes de Finalistas, casórios, batizados e afins?

Pois é a pensar nisso que vos trago a sugestão de hoje, que é a loja online PromShopau, que tem imensos vestidos lindos para todo o tipo de ocasiões, desde vestidos de noiva, damas de honor, meninas das alianças, a vestidos de cocktail, galas, vestidos de noite, etc. E o melhor é que disponibilizam tamanhos grandes e até para pré-mamãs, que às vezes é tão difícil encontrar. E isto a preços bem mais acessíveis do que os que vamos vendo nas lojas físicas.

Claro que fiz uma seleção dos favoritos para diferentes ocasiões.




Busty mother of the bride dresses

A PromShopau tem sempre imensas promoções ativas, demora entre 5 a 9 dias a processar o pedido, ao qual se junta o tempo de confeção, que varia consoante a peça, embora possam escolher a confeção mais rápida mediante um pagamento extra e o envio pode também ser escolhido entre o Standard (demora de 5 a 8 dias) e o Expresso (3 a 5 dias). A loja trabalha com as distribuidoras UPS e DHL

Já conheciam a PromShopau? 
Que acharam das sugestões?
Até à próxima! 

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Perfume Roberto Cavalli

Oi oi...

Hoje temos um post bem perfumado. Lembram-se quando vos mostrei aqui os produtos recebidos da Éclatant? Um deles foi o perfume Roberto Cavalli – Eau de Parfum. 

Conheci este perfume no fim de 2013 porque a minha tia ofereceu-me um set de 2 roll-on's. Nunca tinha experimentado nada da marca e na altura lembro-me que foi amor à primeira snifadela. Fez-me lembrar o perfume da minha professora primária (não era o mesmo porque este é um lançamento de 2012, mas era algo idêntico). E como não há nada melhor que a memória olfativa, pelo menos no meu caso, sempre que cheiro este perfume lembro-me dos anos da escola primária e das semanas anteriores ao Natal de 2013. Sim, eu sou daquelas pessoas que categoriza os perfumes por memórias!

Mas vamos falar do perfume! Começo pela embalagem porque só por aí já é uma obra de arte. É um frasco de vidro muito simples apenas com o nome, além de uma pequeníssima barra com o típico padrão de tigresa. Mas a exuberância está toda na tampa dourada com a insígnia da marca que faz lembrar uma coroa. É um frasco lindo para se ter em qualquer toucador. 



E o perfume em si, que é a parte que interessa, é uma fragrância à base de flor de laranjeira, pimentas rosa e fava tonka. Para mim é um perfume quente, forte e sedutor, como eu adoro, excelente para os meses de Inverno. Na minha pele dura o dia inteiro e se colocar na roupa mantém-se durante dias, quase até ser lavada, o que pode ser um inconveniente se quiserem usar por exemplo o mesmo casaco ou lenço com outro perfume. 


O Eau de Parfum Roberto Cavalli existe em algumas outras versões como o Nero, o Essenza ou o Aqua di Cavalli, este último um Eau de Toilette. É vendido em frascos de 30, 50 ou 75ml e pode-se encontrar, por exemplo na Éclatant, entre os 24 e os 33€ dependendo do tamanho.

Já conheciam o perfume?
Quais são os vossos favoritos?

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Carnavais de sonho... de quem não gosta de Carnaval

Olá pessoal.
Começa hoje o primeiro dos 3 dias de Carnaval.


Confissão do dia: Não gosto de Carnaval! Nunca gostei.
Quando era pequena alinhava na brincadeira das máscaras porque a escola assim o exigia. No primeiro ano da escola primária (e atenção, que isto foi antes de haver hipermercados e shoppings a vender/alugar fatiotas todas estilosas. Credo! Estou velha!), lembro-me que a minha mãe passou noites inteiras a fazer-me um vestido de princesa (ela que nem tem grande jeitinho para o assunto) para o desfile da escola. Ganhei um prémio qualquer com a coisa e mesmo assim continuei sem gostar da data. No ano seguinte mais um desfile, mas desta vez a minha mãe teve o bom senso de ir comprar o vestido ao Porto (sim, porque aqui na santa terrinha que era Aveiro há 22 anos atrás, quem queria um bom disfarce de Carnaval tinha de o ir arranjar a outras bandas.) e lá fui eu, desta vez de Fada. E este evento marcou o fim da minha paciência para Carnavais. Depois disto, sempre que havia algum evento escolar nesta altura eu arranjava uma doença qualquer, desde viroses a dores nas unhas, qualquer coisa servia desde que me poupasse a Carnavalice. Mais tarde, o meu “não gostar” passou a um desprezo que se manteve quase até hoje.

Como por aqui em Aveiro não é festejado, não há tradição de desfiles nem nada do género, para mim é agora um dia como outro qualquer, em que se trabalha ou não consoante a cor e a disposição do governo na altura. E sinceramente andar a imitar o que acontece nos 40ºC do Brasil nos 4ºC de Portugal a mim parece-me uma grande parvoíce.

Posto isso não será de estranhar que fuja de destinos Carnavalescos como o Diabo da cruz. As exceções? São 3. E estranhamente nunca tive oportunidade de ir a nenhuma delas. Mas adoraria passar o Carnaval num destes sítios.


Caretos de Trás-os-Montes

Esta é uma das nossas tradições carnavalescas mais típicas e mais antigas, realizadas um pouco por todo o Nordeste Português, mas principalmente em Podence e Lazarim, com origem ainda no período Pré-Romano,em que os rapazes saem à rua nuns fatos coloridos, meios diabólicos com penas e chocalhos para perseguir as raparigas, de uma forma divertida ainda associada a antigos rituais de fertilidade. Claro que a mim me fascina a tradição repleta de história e de mitos. Não será este ano, mas em breve tenciono lá ir. 




Carnaval de Veneza

Este é o meu Carnaval de sonho. Com quase mil anos de história, são cerca de 10 dias que têm início com o Voo do Anjo na Praça de S. Marcos e prolonga-se em bailes, desfiles e cortejos faustosos com as típicas máscaras venezianas desde as mais simples às mais ornamentadas, que representam as diferentes personagens e estratos sociais. Esta é uma das coisas que está na minha bucket list. 

Mardi Gras de Nova Orleães

Este será talvez o mais próximo que temos ao Carnaval a que estamos habituados. É celebrado com grande entusiasmo no sul dos Estados Unidos, principalmente no Mississippi e Louisiana e sem dúvida que Nova Orleães é a capital destes festejos, com desfiles e bailes que remontam ao século XVIII. Gostava de assistir a um Mardi Gras por lá. Nova Orleães é uma das poucas cidades americanas que me fascina. E as famosas contas coloridas, tão típicas por lá, devem tornar tudo muito mais engraçado. 



E vocês? Gostam de Carnaval?
Costumam festejar? Com máscaras e tudo?
Contem-me o vosso Carnaval de sonho.


Todas as fotos foram retiradas do Google

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Protetor de Calor TRESemmé

Olá Dolces,

Hoje resolvi trazer uma review que já andava para fazer há uns tempos e tenho adiado. Trata-se do Protetor de Calor Diamante Força Extrema da TRESemmé.



A primeira vez que este protetor térmico veio parar às minhas mãos foi por recomendação da avó... que por sua vez o tinha comprado por recomendação minha. Confusos? Ótimo, eu também.
Ora então um belo dia a minha avó queixou-se que o cabelo andava fraco por causa do secador e da escova de enrolar. E eu sugeri-lhe que experimentasse um protetor de calor, mas não mencionei marcas, porque sei que a menos que seja uma que ela conheça, nunca fixa os nomes. Ela foi ao supermercado e comprou este, que aparentemente era o único que havia no momento e ela convenceu-se que nem existia mais nenhum e até hoje jura a pés juntos que fui eu que o recomendei. Avós!!!

Passando à parte que interessa, a avó experimentou e gostou, porque segundo ela dá um brilho bonito ao cabelo. “Sim, avó. Mas protege?” “Não sei, mas o cabelo fica brilhante e cheira muito bem.” Ok!!! Mais uma vez: Avós!!! Ora fiquei a saber que o produto dá brilho e cheira bem. Já não é mau, certo?

Certo dia andava eu às compras e encontro este protetor em promoção. A única coisa que conhecia da marca era o champô para cabelos pintados, que usei durante uns tempos e até gostava. Lá resolvi experimentar.

Segundo a marca, o produto ajuda a proteger das agressões de secadores e modeladores térmicos com temperatura até 230ºC, tem Filtro UV, previne até 82% de quebra e evita ainda que o cabelo se torne baço, deixando-o suave e brilhante. Aplica-se uniformemente pós o cabelo lavado, ainda húmido, antes de o pentear com a escova e utilizar o secador. 


Gosto da embalagem em todos os aspetos. Não é muito grande, é preta, e muito fácil de usar o spray; gosto especialmente de dar para travar, o que é bom para quem viaja e o leva em malas ou tem crianças em casa.
A minha avó ficou encantada com o cheiro, mas apesar de ser agradável não acho que seja nada de especial, aliás, pelo que me lembro, tem mais ou menos o mesmo cheiro do champô da marca.
A nível de proteção, no meu cabelo cumpre bem o que promete, pois não noto que se torne quebradiço e até de Verão o filtro UV funciona bem. No entanto, não noto qualquer suavidade extra e apesar de ser suposto evitar que o cabelo se torne baço, no meu é isso mesmo que acontece. Fica feio, sem vitalidade e pior, passado umas horas aumenta a oleosidade.
Para mim serve se precisar de usar o secador ou a placa alisadora para sair durante umas horas e no dia seguinte lavar a cabeça, caso contrário lá ando eu novamente a parecer o Professor Snape. Talvez funcione melhor em cabelos secos, já que no meu não me convenceu muito.

A embalagem é de 300ml, encontra-se nos super e hipermercados e o preço ronda os 6€, se bem que acho que esta embalagem não chegou aos 5€ por estar em promoção.

Já experimentaram? 
Mais alguém nota que deixe o cabelo baço ou aumente a oleosidade?

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Sugestões para o Dia dos Namorados

Olá Dolces!

Já repararam que estamos quase no Dia dos Namorados? E já pensaram o que oferecer às vossas caras-metades? Sim, eu sei que estou a incentivar o consumismo do dia. Aquele que todos nós detestamos mas depois ficamos chateados se a dita criatura se esquece. Pois hoje trago-vos algumas sugestões para quase todos os gostos e carteiras, porque no fundo nem é preciso muito, apenas um miminho para comemorar a data.

Para Ela 
1 2 3 4 5 6 7


 Para Ele 
1 2 3 4 5 6 7 8

E vocês, costumam comemorar o dia? 
Que acharam destas sugestões?