segunda-feira, 25 de junho de 2018

Review do Meritene RegenerIs


Olá Dolces

Contrariando um pouco o habitual, o post de hoje é sobre saúde. Recentemente fui selecionada pela STW para participar na campanha do Meritene RegenerIs e hoje venho-vos contar a experiência.

Vou começar por explicar o que é a STW. Trata-se de uma empresa que trabalha com diversas marcas, no sentido de as aproximar do consumidor, recrutando embaixadores para testar e divulgar os produtos.



Ora esta campanha era sobre o novo suplemento alimentar da Nestlé, o Meritene RegenerIs. Trata-se de saquetas de pó diluível em água, com sabor a laranja. É composto por Magnésio, que contribui para a redução do cansaço e da fadiga; Potássio, que ajuda no normal funcionamento muscular e Antioxidantes como a Vitamina C, Vitamina B2, Zinco e Selénio, que protegem as células contra a oxidação indesejável e ajudam o normal sistema imunitário. Contém ainda Coenzima Q10, para a boa manutenção dos músculos e da pele, Resveratrol, que protege contra o envelhecimento precoce das células e Luteína que ajuda o bom funcionamento dos olhos.

A dose diária recomendada é de uma saqueta, destinada apenas a adultos, que apesar de ser um suplemento alimentar, não deve substituir as principais refeições com uma dieta variada e deve ser acompanhada sempre por exercício físico.

Apesar de já tomar multivitamínicos há vários anos, que vou variando conforme as necessidades do corpo no momento, fico sempre um bocado de pé atrás quando aparecem estes produtos que prometem o alívio do cansaço. Porque desculpem lá, mas aqui não existem milagres, se não descansarmos e não tivermos cuidados alimentares, não há medicação que valha. No entanto estes suplementos, quando conjugados com um estilo de vida saudável ajudam bastante.


Apesar de ter passado grande parte do inverno a tomar suplementos de vitamina C, quando comecei a tomar o Meritene, estava apenas a usar um suplemento de cálcio (uma vez que não bebo leite às vezes preciso recuperar os valores fora da alimentação), que mantive, já que este produto não o contém e não há qualquer interação, segundo me informei com o farmacêutico. Como tal, qualquer diferença que sentisse, seria apenas por este motivo.

Como foram enviadas 2 caixas, resolvi experimentar a primeira logo no final do mês de Abril e, como seria de esperar, não notei diferença nenhuma na primeira semana (isto não são comprimidos para as dores de cabeça que atuam em 30 minutos!!!), no final da segunda semana semana comecei a notar que acordava um pouco mais desperta e o que é certo é que fui mesmo notando um aumento da energia durante o dia. Se tinha 1 hora livre, em vez de ficar sentada à frente do computador ia fazer qualquer coisa.

Um ponto que só me apercebi quando terminou a primeira caixa foi em relação às alergias. Desde pequena que sofro de rinite alérgica e a Primavera para mim é... horrivel. Enquanto muita gente passa com um espirro ou dois, eu tenho ataques de espirros por horas seguidas, a ponto de mal conseguir respirar, andar com os olhos a chorar o dia inteiro e acabar por afetar o meu dia-a-dia. A única forma de ir tentando controlar o problema é com anti-histamínicos, que por vezes pouco resolvem. Este ano, cheguei a meados de Maio sem grande problema a nível de rinite, mas não liguei. No entanto, fiz uma pausa no Meritene ao fim da primeira embalagem e depois de uns dias... Olá Alergias!!! Pensei que pudesse ser coincidência mas comecei com a segunda embalagem e tudo normalizou de novo. E isto quase sempre sem qualquer anti-histamínico. Ora se a única diferença era o Meritene, atribuo-lhe o feito de me estabilizar a rinite. E só por isto já valeu bem a pena.
No entanto, gostei bastante dos resultados, apesar de ter noção que só um uso mais prolongado daria uma ideia mais correta. Fiquei curiosa para ver o efeito disto no inverno, se teria alguma influência nas gripes e constipações, mas dada a presença de vitamina C.


O Meritene RegenerIs é vendido em embalagens com 20 saquetas (uma por dia), que são super práticas de levar na mala e muito fáceis de dissolver em água. Encontra-se nas farmácias e parafarmácias. Um ponto que poderiam melhorar é a variedade de sabores, pois existe apenas o de laranja. O preço ronda os 13-15€ dependendo dos sítios.

Já conheciam o Meritene?
Costumam tomar este tipo de suplementos alimentares?
Não se esqueçam de consultar sempre o médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer suplemento.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

SORTEIO: Óculos de Sol da Sun Planet

Olá pessoal!
No último post prometi que iria fazer alguns sorteios com os produtos recebidos na Máxima Beauty Summit! Pois hoje sai o primeiro! E o prémio é... uns Óculos de Sol da Sun Planet!



Para participarem só precisam:
- Seguir o blog

Atenção:
- Podem participar quantas vezes quiserem desde que identifiquem pessoas diferentes
- Não é válido identificar contas inativas, figuras públicas, lojas ou empresas
- Este sorteio é válido apenas para Portugal
- Todos os unfollows são banidos e não poderão participar nos próximos sorteios
- O sorteio termina no dia 24 de Junho e o vencedor será anunciado no dia seguinte.
- O vencedor terá 24horas para responder

Boa sorte a todos os participantes! 

domingo, 10 de junho de 2018

Fui à Máxima Beauty Summit


Olá Dolces,

Para continuar numa de posts com atraso, hoje venho-vos contar como foi a minha ida à Máxima Beauty Summit 2018.
Para quem não conhece (e eu também não conhecia até ter visto alguns posts sobre o assunto), tratou-se de um evento de beleza no Pavilhão Carlos Lopes do Parque Eduardo VII em Lisboa, que aconteceu nos dias 18 e 19 de Maio.

Vou começar por dizer que foi uma sorte imensa ter conseguido ir. É um evento aberto ao público geral, em que a entrada era apenas a apresentação da edição de Junho da Revista Máxima. No entanto... era em Lisboa. Sorte das sortes, calhou no mesmo dia do concerto de Sam Smith para o qual já tinha bilhete desde Novembro, por isso foi a combinação perfeita. A organização estava a oferecer beauty bags no com produtos no valor de 110€ das marcas apresentadas no evento e para isso tínhamos apenas de fazer a inscrição no site, que daria acesso também a entrada gratuíta. Fiz marcação para mim e para a mãe (já que a ida ao concerto era o presente de Dia da Mãe!) e lá fomos nós, com a companhia do Konigvs, que em vez de ir à Beauty Summit foi passear e fotografar o parque (Homens!).


Como tínhamos mais alguns planos para o Sábado em Lisboa, fomos logo à hora da abertura, para sermos recebidas logo à entrada pela simpática equipa. Nunca tinha estado no pavilhão mas devo dizer que tem um átrio lindíssimo. Sacos levantados, entrámos e encontrámos um espaço de uma dimensão aceitável mas não muito grande, com vários stands, quase tudo de marcas bem conhecidas como a Caudalie, Vichy, Bioten, Mary Key, TRESemmé, Body Shop, Simple, entre algumas outras que ou conhecia apenas de nome ou era completamente desconhecidas, como a Erborian, Apivita, Wiñk, Carven, etc.


Percorri todos os stands e adorei o atendimento e a simpatia em todos eles, parece que em todos os locais havia um entusiasmo genuíno em dar a conhecer as marcas e mostrar novos produtos e isto sem nos fazer sentir que estaria ali apenas para nos impingir coisas, até porque, com grande pena minha, vários stands eram apenas de demonstração e não estavam a realizar vendas. Foi o caso, por exemplo da Body Shop que estava a apresentar os novos iogurtes de corpo que me deixaram completamente rendida, mas só estariam disponíveis para venda no dia seguinte (e no Domingo lá estava eu na Body Shop para o comprar!). Outros exemplos foram os dos novos leites de corpo da Bioten e alguns produtos da Erborian.


O que realmente comprei foi uma caixa com os novos produtos da Simple, que incluía máscara, toalhitas desmaquilhantes e sérum. Mas claro que no meio de tanta sorte neste dia, teria de vir algum azar e no regresso a Aveiro o saco da Simple ficou mesmo no comboio e segundo a CP não foi encontrado.


Um último ponto que falta mencionar era o palco no centro do pavilhão onde se realizavam pequenas aulas de diferentes assuntos (enquanto lá estive, decorreu uma aula de fitness), além de demonstrações e palestras com figuras públicas e até algumas bloggers. Infelizmente o dia era curto para tudo o que queria fazer em Lisboa e fiquei apenas pouco mais de uma hora, não assisti a mais.


Acho que a única conclusão que posso fazer aqui é que adorei o evento, muito mais até do que, por exemplo a Expocosmética. Aqui apesar de ser um espaço tão pequeno, por incrível que pareça, havia muito mais variedade, não senti que era mais do mesmo, não foi cansativo e o próprio ambiente era completamente diferente. 

Já agora, fiquem atentos aqui ao blog porque muitos dos produtos oferecidos serão sorteados em breve.


Conheciam o evento?
Alguém por aqui foi?
Ansiosos por um sorteio?



quarta-feira, 6 de junho de 2018

Desafio do Chá - 5ª Semana |FINAL|


Oi pessoal! 

Ok, isto para não quebrar a tradição é claro que tinha de sair com mais uns quantos dias de atraso. Ou se calhar seria o meu inconsciente a dizer-me que não queria que o desafio terminasse. Mas é a realidade, chegámos finalmente aos últimos dias do Desafio do Chá.

Dia 28 - Twinings Lemon Twist


Foi a última infusão da caixa de Fruit & Herb Collection a ser experimentado. Pensei que ira sair daqui mais uma infusão de limão sem interesse e, por isso fui adianto. No entanto não poderia estar mais enganada! Sim, sabe a limão, mas como o nome indica tem ali um twist qualquer. Além de casca de limão tem também casca de laranja, erva-príncipe, roseira e raiz de chicória. A temperatura da água deve ser de 100ºC e o tempo de imersão de 3 a 4 minutos. Não convém ultrapassar ou pode ficar azedo.

Dia 29 - Tetley Toranja e Limão


Tal como o Mind Zinco, vinha no beauty bag da Maxima, mas ao contrário do outro, não gostei deste nem um bocadinho. É composto por chá verde sencha, aromatizante natural de limão e óleo de pamplumossa (toranja). Apesar da embalagem dizer que não tem travo amargo, a única forma que tenho para o descrever é precisamente essa: amargo! Mesmo com bastante mel continua amargo, quase azedo. Provei apenas uma saqueta e o resto mandei para a minha mãe (para compensar pelo outro). A temperatura da água é de 90ºC, e o tempo de imersão é de 90 segundos.

Dia 30 - Clipper Organic Green Tea

O chá verde simples não é dos meus favoritos, não é que não goste, mas acabo sempre por dar preferência a outros sabores e este acaba por ir ficando esquecido. No entanto, adoro usá-lo para a minha receita de Chá verde com sumo de maçã de que já falei aqui. E o facto deste ser biológico torna-o ainda melhor. A água deve ser fervida até aos 90ºC e o tempo de infusão é de 1 a 3 minutos.

Dia 31 - Twinings English Breakfast

Lembro-me que a primeira vez que experimentei este chá foi precisamente em Londres, numa noite em que já estava mais do que ansiosa. Sim, fui tomar chá preto à noite! Sim, quando mal continha os nervos e a ansiedade por uma certa peça de teatro! Resultado: Mal parei quieta na cadeira. Não dormi nada nessa noite mas fiquei feliz por finalmente ver quem eu queria e a adorar o chá novo! Claro que há dezenas ou centenas de marcas e tipos de chá preto, mas nada como o English Breakfast, que é forte, intenso, quente, parece que tem quase um travo a especiarias e é sem dúvida um dos meus favoritos. Deve ser servido com água a 100ºC e depois de 3 a 4 minutos de infusão. Se não quiserem a bomba de cafeína que é, podem deixar apenas uns 30 segundos e retirar, pois ele ganha logo o sabor.


E pronto, desta forma terminei o Desafio do Chá. Inicialmente pensei que seria uma parvoíce minha, mas têm deixado tantos comentários a dizer que gostam e bebem chás e infusões, que espero sinceramente que este desafio vos tenha ajudado a perceber que existem opções além da típica cidreira e camomila que toda a gente conhece. Não usei nenhum chá ou infusão que não se venda em Portugal, alguns são mais complicados e encontra-se apenas em lojas de produtos importados, mas ainda assim podem sempre encomendar mesmo que não tenham nenhuma dessas lojas por perto. Outro detalhe a que tive em atenção foi o preço, nada aqui ultrapassou os 5€ e como podem ver pelas embalagens, a grande maioria traz 20 ou 25 saquetas ou no caso das latas chega mesmo às 50 porções. 

Acho que este é um hábito bastante saudável e pode ajudar principalmente quem bebe menos água, pois é uma forma mais saborosa de hidratação. Claro que nem todos os chás e infusões são indicados para toda a gente, alguns chegam mesmo a interferir com problemas de saúde ou alterar o efeito da medicação e se uma chávena pode não trazer qualquer consequência, o uso prolongado pode mesmo ter efeitos negativos, por isso não se esqueçam de se aconselhar com o médico sobre isso. Atenção também ao efeito da teína, que é no fundo uma especie de cafeína que se encontra no chá e que apesar de quase inexistente nas infusões, tem níveis bastante elevados nos chás, principalmente o preto (uma chávena de 200ml tem cerca de metade da "cafeína" de um café e o verde um pouco menos que isso). Como em tudo, a chave está mesmo na moderação. 

Gostaram do desafio?
Alguém ficou com vontade de o realizar também?
Contem-me o que acharam! 

sábado, 2 de junho de 2018

Desafio do Chá - 4ª Semana


Este é mais um post que sai com atraso, eu sei. E não há desculpa possível, só mesmo a loucura dos últimos tempos cá por casa. No entanto, este é dos últimos posts do Desafio do Chá, correspondente ainda à 4ª Semana


Dia 21 - Cuida Te Forest Fruits
Confesso que não sou grande fã de Infusões com frutos vermelhos, salvo raras exceções (como o Ahmad Tea de que falei na 2ª semana). Esta infusão é composta por flor de hibisco, maçã, pétalas de rosa, aroma de frutos vermelhos, roseira brava e morango seco. Infelizmente, não foge muito à regra, acho-a demasiado ácida talvez devido a algum exagero nas pétalas de rosa e apesar de a tomar sempre com mel, isso pouco ou nada altera a acidez. A temperatura da água deve ser de 90ºC e o tempo de imersão recomendado é de 8 a 10 minutos, que me parece demais, porque não adiciona nada ao sabor e torna a infusão ainda mais ácida.

Dia 22 - Tetley Mind Zinco
Tive conhecimento desta infusão por ser um dos produtos do Beauty Bag da Maxima Beauty Summit e para ser sincera, não dava grande coisa por ela, já que não estava deslumbrada com o Vitamina C da mesma gama, no entanto fiquei surpreendida. Contém hibisco branco, frutos de roseira brava, casca de laranja, raiz de chicória, raiz de alcaçuz, zinco, sumo de ananás e casca de toranja. Rendi-me na primeira vez que tomei! É fresco, é leve, sem qualquer tipo de acidez até sem usar nenhum adoçante, o ananás dá-lhe aquele sabor tropical e bebido frio, com umas pedras de gelo é divino! A água diz apenas que deve ser fervida, não menciona temperatura mas eu deixo-a a 100ºC, com 3 a 5 minutos de infusão. Confissão: além de ficar com a minha, surripiei também a embalagem da minha mãe!

Dia 23 - Twinings Green Tea Peach & Cherry Blossom
Para quem não gosta muito de chá verde simples, esta é uma solução interessante. Trata-se de chá verde com aroma natural de pêssego, cereja e flor de cerejeira. Gosto bastante porque os aromas tornam-no mais suave, sem aquele travo amargo, embora sem ser exatamente doce. É um equilíbrio ideal entre os dois. A água deve ser fervida apenas a 85ºC e o tempo de infusão é de 2 minutos. Como todo o chá verde, não devem mesmo ultrapassar estes valores ou torna-se amargo.

Dia 24 - Lipton Tília, Lavanda e Camomila
Esta é uma daquelas infusões que não planeei comprar, mas passei no supermercado, vi e resolvi experimentar. É composta por lúcia-lima, tília, lavanda, camomila e cidreira. Pequeno detalhe em que deveria ter pensado: não gosto de lavanda. Nunca achei graça ao cheiro, por isso não é de estranhar que não tenha ficado fã desta infusão, já que é mesmo o sabor predominante. Um facto curioso é que a embalagem promete uma noite de sono tranquila e no entanto não notei nada. Mas dei mais de metade da caixa à minha mãe, que adorou o sabor e diz que, contrariamente ao habitual, dormiu que nem uma pedra e no dia seguinte até lhe custou levantar e andou ensonada o dia todo. Tendo em conta que nunca aconteceu, ela atribui à infusão. A água deve ferver até aos 100ºC e deixar infundir durante 5 minutos.

Dia 25 - Twinings Cranberry & Raspberry 
Esta foi outra aquisição bastante recente na última ida à Glood. Já conhecia e adoro o de framboesa e equinácia da marca, por isso nem pensei duas vezes antes de escolher este, que contém hibisco, maçã, roseira, aroma natural de framboesa e arando, flor de sabugueiro e raiz de alcaçuz. Apesar de gostar do sabor, achei que o arando tem um travo bem mais amargo que o de equinácea e precisa mesmo de um adoçante qualquer. Não tem temperatura recomendada e já experimentei várias, mas acho que o melhor sabor consegue-se aos 90ºC, com 3 minutos de infusão.

Dia 26 - Tetley Lúcia-lima Verbena
É uma das minhas infusões favoritas. Seja de que marca for ou até mesmo as folhas secas, a verbena tem de estar sempre cá em casa. Tem um sabor fresco, floral, adocicado, que comparo muitas vezes à flor de laranjeira para o descrever. A temperatura da água indicada é de 100ºC mas sinceramente não interessa, desde que esteja suficientemente quente, a infusão fica boa. O tempo de imersão diz de 3 a 5 minutos mas também pode ser ignorado. Mesmo que se esqueçam, fica forte, mas nunca amarga, ou seja, não há como correr mal (a menos que queimem a língua!)

Dia 27 - Diese Chá Branco Biológico
Este é um daqueles chás que há sempre aqui por casa, mas que por estranho que pareça, experimentei apenas para este desafio. Diz ser um chá chinês, colhido apenas na primavera, consumido apenas pelo imperador, família e amigos. Chego à conclusão que não dou para a guest list do Imperador! Não gostei do chá. É fortemente... desensaibido. A sério, não me sabe a nada. Mas um nada amargo! Não me convenceu! A água deve estar nos 100ºC e o tempo de infusão é de 3 minutos.

Acompanharam o desafio no Instagram?
Que acharam das escolhas da 4ª Semana?
Amanhã sai o último post do Desafio do Chá.